Terça-feira, 31 de Março de 2009

Eu que não percebo nada de física. De tanto ouvir falar de pressão, resolvi entrar um pouco por essa matéria que só de pensar me arrepia e fui tentar perceber o que é afinal a PRESSÃO.

Riam-se desta minha patetice mas, provavelmente, alguns pensarão que sabem o que não sabem porque destas coisas só sabendo se consegue chegar lá.

Pesquisas e mais pesquisas, consegui ao fim perceber que a pressão está relacionada com o peso, ou melhor, com a força. Tudo exerce força (peso) sobre nós, mesmo quando não sentimos (bem me parecia). Poderíamos então dizer que andamos pressionados, mesmo quando não sabemos.

Claro que d’algumas forças damos conta e nessas alturas dizemos que estamos pressionados, que é como quem diz com as pressões altas. Como a pressão depende directamente da força, é mais ou menos como sentirmo-nos num colete de forças.

E, no meio de tudo isto, se temos peito, ou seja, poder, aguentamo-nos à bronca se não temos arreamos. Dito de outra forma, se sabemos que não podemos caminhar na praia de saltos, vamos de chinelos mas vamos na mesma.

Parece simples mas não é. Primeiro, constatar que as pressões andam por aí à solta é coisa para não deixar nenhum cristão descansado; depois está-se sujeito a todo o tipo de forças.

Ora, já ninguém pode andar sossegado.

 

 

Joana Afonso

 



publicado por outraidade às 18:41
Ainda bem que não foste pressionada a escrever, cara amiga Joana. E eu, para aliviar a pressão, passei por aqui e até fiquei impressionado e por isso, em descompressão.
vistadolhos a 16 de Abril de 2009 às 01:52

Ora ainda bem que "impressionado" e não "pressionado". A diferença é essa "descompressão".
outraidade a 16 de Abril de 2009 às 14:01

A cada momento passa por nós uma onda de imagens que nos faz circular pelo mundo. E nós somos do círculo, pois circular é viver.
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Circulando:
arquivos
pesquisar neste blog